“Cachorro Enterrado Vivo, texto de Daniela Pereira de Carvalho, encerra temporada na SP Escola de Teatro

Por Lenise Pinheiro

Cenário devastado.

Células olfativas.

Passagem de tempo.

Odores apagados.

 

Horas e dias confusos.

Filosofias de vida.

Sucessivas novidades.

Os rastros dela.

 

Singelas doses de saliva e dentes à mostra.

Alívios, aprisionamentos e lembranças.

Precisamos dar um jeito nessa vida.

 

Milhares de séculos e felicidade controlada.

Carrasco ferido, casa vazia e doses excessivas.

Riscos, escolhas e forças ocultas. Terreno baldio.

 

No jeito de corpo do ator:

– “Eu quase morri de tanto partir”.

SP Escola de Teatro – SP

Segunda (30/10) 20h

Texto Daniela Pereira de Carvalho

Direção Marcelo Fonseca

Ator Leonardo Fernandes

Cenário e Figurinos Cícero Miranda

Iluminação Wladimir Medeiros

Preparação Corporal Eliatrice Gischewski

Trilha Sonora Original Márcio Monteiro

Produção Executiva Eliatrice Gischewski

Produção Leonardo Fernandes