“Meu Saba”, montagem baseada no livro Em nome da dor e da esperança de Noa Ben Artzi-Pelossof

Por Lenise Pinheiro

Palavras pela construção da Paz.

Preconceitos, origens e negociações.

A casa do avô. Os árabes e os mulçumanos.

Líderes menos humanistas.

Noa, neta de Yitzhak Rabin, jovial ao microfone:

– “Mais que uma relação com religião. É possível existir Paz nas diferenças”.

Política, diálogos e acordos com Yasser Arafat.

– “As pessoas se esquecem completamente que judeus e árabes tem o mesmo Deus, nós o chamamos de Elohim, eles o chamam de Allah, já que temos tanto em comum, porque Judeus e árabes não podem viver juntos”?

Aqui, pacificar é negociar com inimigos e não com os amigos.

Fica a dica.

Teatro Sérgio Cardoso – Sala Paschoal Carlos Magno – SP

Dia 31 Ago 20h

Dia 01 Set 20h

Uninove – Barra Funda – SP

Dia 02 Set 14h

Oficina Cultural da Secretaria de Cultura – Mauá

Dia 05 Set 15h

Adaptação Clarissa Kahane, Daniel Herz e Evelyn Disitzer

Direção Daniel Herz

Atriz Clarissa Kahane

Cenário Bia Junqueira

Figurino Antonio Guedes

Musica antonio Saraiva

Ass de Direção Carol Santarone

Op de Luz Juliano Frare

Op de Som Fabio Rosa

Direção de Produção Antares SP Produções Artísticas