“Paquiderme”, o ator Daniel Alvim interpreta dois irmãos, no Sesc Consolação

Por Lenise Pinheiro

Gestado por parceiros de palco.

Dramaturgia viajada. Espetáculo de bolso.

Projeto de alfaiataria e esmero.

Vidas entre a identidade e a esquizofrenia.

Paquiderme possível nesse “set” da mente.

Ausências. Pensamentos atuais.

Mãos presas no cenário. Matadouro.

Pulso e humor:

-“É mais difícil mentir para o papel. Se eu pudesse, eu escreveria, mas nas minhas mãos…Parecem as presas de um elefante”.

Tempo escorrendo sangue.

É teatro.

Sesc Consolação – Sala Beta – SP

Segundas 20h

Texto Daniel Farias

Direção Johana Albuquerque

Ator Daniel Alvim

Cenário Julio Dojcsar

Iluminação Aline Santini

Figurino Silvia Marcondes

Trilha Sonora Original Pedro Birenbaum

Visagismo Leopoldo Pacheco

Costura Marcelo Leão

Op de Luz André Rodrigues

Op de Som Ulisses Macedo

Contraregra Camilo Martins

Ass de Direção Carol Carreiro

Ass de Produção Verônica Jesus

Coordenação de Produção e Idealização Johana Albuquerque

Realização Bendita Trupe