“Enquanto ela dormia”, a atriz Lucienne Guedes de flanco aberto no Centro Cultural Fiesp

Por Lenise Pinheiro

Estamos em guerra.

Nocautes, Aécios e a turma do funil.

Trabalho bife a cavalo, no dizer da diretora:

-“A galinha dá o ovo e a vaca da a carne”.

Pílulas douradas, goela abaixo:

– “A fuga para o conto de fadas”.

Ancestralidade. Temática feminina.

Cálculos matemáticos desde Maria Madalena.

Pés, quadris e vaginas. Deformações.

Práticas de estupros, delegacias e abusos.

Chega.

Mulheres poderosas se misturam nas águas do cenário. Crescem.

Atriz/Antígona tem seus baús revirados.

-“A minha bisavó era índia, ela vivia numa aldeia que nunca mais viu, foi arrancada de uma família que nunca mais viu, foi cassada e teve suas origens apagadas”.

Potência. E ondas de teatro.

Centro Cultural Fiesp – Mezanino

Quartas, Quintas, Sextas e Sábados 20h30 Domingos 19h30

Texto: Carol Pitzer

Concepção e Direção: Eliana Monteiro

Atriz: Lucienne Guedes

Dramaturgismo: Antonio Duran

Desenho de Luz: Guilherme Bonfanti

Cenografia: Marisa Bentivegna

Figurinos: Marichilene Artisevskis

Trilha sonora: Erico Theobaldo

Vídeo: Bruna Lessa

Voz off: Antônio Duran e Cibele Bissoli

Assistente de Direção e Direção de Cena: Isabella Neves Assistente de Dramaturgismo: Bruna Menezes

Assistente de Iluminação: Aldrey Hibbeln e Danielle Meireles

Assistente de Cenografia: Amanda Vieira

Cenotécnicos: Cesar Rezende Santana (Basquiat), Fernando Lemos Silva, Ricardo Oliveira e Zito Lemos

Costureira: Judite Gerônimo de Lima

Operação de Luz: Aldrey Hibbeln

Operação de Som: Tomé de Souza

Produção Executiva: Andrea Pedro

Assistente de Produção: Leonardo Monteiro

Supervisão Geral: Eliana Monteiro

Realização: SESI-SP