Montagem sobre o universo indígena brasileiro, Se eu fosse Iracema, se destaca na cena teatral. Em cartaz no auditório do Sesc Ipiranga.

Por Lenise Pinheiro

_I2K1917

Dramaturgia: Fernando Marques

_I2K1802
Direção: Fernando Nicolau
Encenação/Atriz: Adassa Martins

_I2K1874
Iluminação e cenografia: Licurgo Caseira

_I2K1886
Figurino e caracterização: Luiza Fradin
Trilha sonora original e desenho de som: João Schmid
Assistência de direção: LuCa Ayres
Direção de arte e projeto gráfico: Fernando Nicolau
Escultura do busto: Bruno Dante
Caracterização: Luiza Fardin
Direção de produção e produção executiva: Clarissa Menezes
Realização e produção: 1COMUM
Idealização: Fernando Nicolau e Fernando Marques

Sesc Ipiranga – Auditório – SP

Sextas 21h30, Sábados 19h30 Domingos 18h30