Cinco peças para ver no fim de semana

Por Nelson de Sá

Dicas da Lenise e minhas:

Navalha na Carne – A saga do espezinhamento humano escrita por Plínio Marcos, agora dirigida por Marcos Loureiro. Teatro Garagem. Sábado, 21h30. Domingo, 20h (Últimas apresentações da temporada)

Adormecidos – Encenação de Rodolfo Garcia Vázquez para as discussões de casais, na praça Roosevelt. Espaço dos Satyros 1. Sextas, sábados e domingos, 19h

A Dama de Negro – Trama macabra, atores vigorosos e o jogo de cena do diretor Roberto Lage. Teatro Nair Bello. Sextas, 21h30. Sábados, 21h. Domingos, 19h

Elis, a Musical. O espetáculo tem dramaturgia frouxa, mas Laila Garin faz imitação emocionante de Elis Regina _e o quadro que homenageia o coreógrafo Lennie Dale rouba a cena. Teatro Alfa. Quintas, 21h. Sextas, 21h30. Sábados, 16h e 20h30. Domingos, 15h e 19h

Trair e Coçar É Só Começar. Como a empregada Olímpia, Anastácia Custódio subverte a ordem social _e as piadas preconceituosas_ na comédia ainda engraçada escrita há 35 anos por Marcos Caruso. Teatro Renaissance. Sextas, 21h30. Sábados, 21h. Domingos, 18h.