Seis peças para assistir no final de semana

Por Lenise Pinheiro

Dicas minhas e do Nelson:

Abnegação – Criação do Grupo Tablado de Arruar. Narrativa surreal, diálogos, mistérios e o poder da presença dos atores. Centro Cultural São Paulo, Espaço Cênico Ademar Guerra – Sextas e Sábados, 20h30. Domingos, 19h30

A Alma Imoral – Temporadas Brasil afora e Clarice Niskier se inspirando nos tablados, com um tecido, alguns refletores, o texto do Nilton Bonder e muita paixão. Teatro da Livraria da Vila, Shopping JK Iguatemi – Sábado, 20h. Domingo, 18h (Último final de semana da temporada)

A Arte da Comédia – O Teatro dentro do teatro, o alto astral da montagem e a entrega da plateia, frente a essa Trupe de Sátiros. Teatro Sesc Santana – Sextas e  sábados, 21h. Domingos, 18h

Cacilda!!! Glória no TBC e 68 Aqui e Agora – A ditadura militar pela ótica da inspirada atriz Cacilda Becker. Teatro Oficina – Sábados, 18h

Cacilda !!!! A Fábrica de Cinema e Teatro  – Oficina revive peças que levaram o TBC à história: Cacilda Becker vai da esquerda, com Ruggero Jacobbi, à direita, com Abílio Pereira de Almeida, passando pela Alma de Tennessee Williams, na catarse de Camila Mota. Teatro Oficina – Domingos, 18h

Conselho de Classe – O trabalho dos integrantes da Cia. dos Atores para comemorar 25 anos. Encenando nossas  feridas e as do ensino público, com muita força, precisão e doçura. Plateias lotadas. Sesc Belenzinho, Sala 1 – Sábado, 21h30. Domingo, 18h30

Para ver durante a semana:

Paranóia – Marcelo Drummond pinta e borda com a poesia do Roberto Piva e o apuro técnico de toda sua equipe. Clube das Artes – Quartas, 21h

Dançando em Lúnassa – Uma família se desintegra, mas não pára de dançar. Clara Carvalho, Denise Weinberg, Sandra Corveloni apertam o coração. Viga Espaço Cênico – Quartas e quintas, 21h

Dias de Campo Belo – Trabalho delicado. As transparências do amor, revelado pela iluminação. Teatro Espaço Parlapatões – Terças, 21h