Quatro peças para ver no fim de semana

Por Nelson de Sá

Dicas da Lenise e minhas:

Homem Não Entra
A pujança do encenador Paulo Faria se embrenhando pela sede da cia. e pelos poros dos atores.
Sede Luz do Faroeste – Sábados 23h, domingos 17h

Deus É um DJ
A era digital como suporte da narrativa fragmentada, dos beijos roubados e do aqui e agora.
Teatro Novotel Jaraguá – Sextas 21h30, sábados 21h e domingos 19h

Salamaleque
Vivências, culinária das arábias e Valéria Arbex conquistando e alimentando a plateia, literalmente.
Viga Espaço Cênico – Sábados 21h e domingos 19h

Eu Não Dava Praquilo
Cássio Scapin, através da memória de Myrian Muniz, dá sua própria aula de amor ao ofício.
Centro Cultural Banco do Brasil – Sábados e segundas 20h, domingos 19h

E uma peça para ver no meio da semana:

Festa no Covil
Samurais, reis, índios e cadáveres. Patéticos, no dizer do menino bandoleiro.
Sesc Consolação, espaço Beta – Quintas e sextas 20h